Sinopse

Cheguei em casa já tarde da noite, coloquei Miguel na cama e fui chorar no meu travesseiro. No fundo, eu estava revoltada. Não entendia por que algumas pessoas tinham tudo, e outras, como eu, se matavam de trabalhar e, mesmo assim, não conseguiam uma vida tranquila. Por que Deus escolhe quem fica rico e quem fica pobre?

Na manhã seguinte, entrei desanimada na concessionária, certa de que seria meu último dia no trabalho. O clima na loja não era dos melhores, e todos pareciam estar muito preocupados. Comecei a arrumar a minha mesa, sem deixar de perceber os olhares do gerente. Senti um frio na barriga quando ele veio na minha direção e falou: "Suzana, assim que puder, venha até a minha sala".

Pronto, estava tudo acabado. Sentei na cadeira e coloquei as mãos em meu rosto, parecia que o tempo havia parado, tinha certeza de que seria demitida e nada mais me separava da ruína. Voltei lentamente do meu transe ao ouvir um sonoro "Bom dia!". À minha frente, estava o "Olhador" da tarde anterior, que me fitava com aquele sorriso iluminado.

 
Esse livro está disponível na versão impressa em um de nossos parceiros abaixo:

A escolha é o segredo

R$18,00
A escolha é o segredo R$18,00
Sinopse

Cheguei em casa já tarde da noite, coloquei Miguel na cama e fui chorar no meu travesseiro. No fundo, eu estava revoltada. Não entendia por que algumas pessoas tinham tudo, e outras, como eu, se matavam de trabalhar e, mesmo assim, não conseguiam uma vida tranquila. Por que Deus escolhe quem fica rico e quem fica pobre?

Na manhã seguinte, entrei desanimada na concessionária, certa de que seria meu último dia no trabalho. O clima na loja não era dos melhores, e todos pareciam estar muito preocupados. Comecei a arrumar a minha mesa, sem deixar de perceber os olhares do gerente. Senti um frio na barriga quando ele veio na minha direção e falou: "Suzana, assim que puder, venha até a minha sala".

Pronto, estava tudo acabado. Sentei na cadeira e coloquei as mãos em meu rosto, parecia que o tempo havia parado, tinha certeza de que seria demitida e nada mais me separava da ruína. Voltei lentamente do meu transe ao ouvir um sonoro "Bom dia!". À minha frente, estava o "Olhador" da tarde anterior, que me fitava com aquele sorriso iluminado.

 
Esse livro está disponível na versão impressa em um de nossos parceiros abaixo: