Sinopse

A graça nos encontra, não a encontramos! Todo pecador é salvo única e exclusivamente pela graça. Após a conversão, a graça é a primeira coisa que o pecador pensará, ela o levará a comoção e ao constrangimento. Por um dado momento pensamos que a decisão foi nossa dando o primeiro passo, todavia, logo veremos que nem andar sabíamos, a graça nos carregou.

Temos uma tendência em nossos corações a nos tornarmos autoindulgentes ou sábios a nosso próprio entendimento, a graça nos humilha aqui, ela mostra o quanto nossa auto-justiça é falha e não nos justifica. Posso dizer basicamente que esse é o escândalo da graça, como diz Agostinho de Hipona: "O teu grito rompeu a minha surdez!" 

Para ouvi-lo, a graça cura meus ouvidos, para vê-lo a graça abre meus olhos, e para senti-lo a graça trouxe-o para perto de mim.

Não há nada que façamos ou deixamos de fazer para merecê-lo ou comprá-lo, a graça exclui o mérito. Graça é a misericórdia que nos segue todos os dias de vida, ela nos ferirá a tal ponto de vermos o quão maravilhoso Cristo é, e o quão pecador nós somos. Contudo, esse escândalo se dá pelo fato de que essa doce graça não é experimentada por todos, ela é degustada somente a alguns, nem todos são alcançados, mudados, atraídos e salvos por ela, mas não porque ela é falha ou impotente, mas pelo fato inequívoco de ser graça, sim, simplesmente graça! Chocante? Bem-vindo ao escândalo!

 
Esse livro está disponível na versão impressa em um de nossos parceiros abaixo:

 

O Escândalo da Graça

R$20,00
O Escândalo da Graça R$20,00
Sinopse

A graça nos encontra, não a encontramos! Todo pecador é salvo única e exclusivamente pela graça. Após a conversão, a graça é a primeira coisa que o pecador pensará, ela o levará a comoção e ao constrangimento. Por um dado momento pensamos que a decisão foi nossa dando o primeiro passo, todavia, logo veremos que nem andar sabíamos, a graça nos carregou.

Temos uma tendência em nossos corações a nos tornarmos autoindulgentes ou sábios a nosso próprio entendimento, a graça nos humilha aqui, ela mostra o quanto nossa auto-justiça é falha e não nos justifica. Posso dizer basicamente que esse é o escândalo da graça, como diz Agostinho de Hipona: "O teu grito rompeu a minha surdez!" 

Para ouvi-lo, a graça cura meus ouvidos, para vê-lo a graça abre meus olhos, e para senti-lo a graça trouxe-o para perto de mim.

Não há nada que façamos ou deixamos de fazer para merecê-lo ou comprá-lo, a graça exclui o mérito. Graça é a misericórdia que nos segue todos os dias de vida, ela nos ferirá a tal ponto de vermos o quão maravilhoso Cristo é, e o quão pecador nós somos. Contudo, esse escândalo se dá pelo fato de que essa doce graça não é experimentada por todos, ela é degustada somente a alguns, nem todos são alcançados, mudados, atraídos e salvos por ela, mas não porque ela é falha ou impotente, mas pelo fato inequívoco de ser graça, sim, simplesmente graça! Chocante? Bem-vindo ao escândalo!

 
Esse livro está disponível na versão impressa em um de nossos parceiros abaixo: